Almir Chediak - Songbooks

November 30, 2018 | Author: Arisvaldo Leite | Category: Entertainment (General), Leisure, Jazz Music, People, Entertainment Award
Share Embed Donate


Short Description

Songbook...

Description

Almir Chediak (Rio de Janeiro, 21 de junho de 1950 - 26 de maio de 2003)  foi um produtor produ tor musical, instrumentista (violonista), compositor.

Foi aluno de Horondino Silva (Dino Sete Cordas) e ainda adolescente começou a lecionar violão. A carreira musical se estendeu compondo trilha sonoras para o cinema. Como professor de violão teve Nara eão, !al Costa e "oraes "oreira entre seus alunos. Como empres#rio, foi fundador e presidente da umiar Discos $ %ditora, &ue editou de'enas de livros, dentre os &uais Ar *arroso, *ossa nova, Caetano +eloso, Ca'u'a, Chico *uar&ue, Davan, Dorival Cammi, %du o-o, Noel osa, ita ee, /om 0o-im e +inicius de "oraes. Foi assassinado em 1223, ap4s um se&5estro. Seu al6o' era um dos empre6ados de uma resid7ncia vi'inha a sua, &ue aca-ou cometendo o crime por temer ser reconhecido.

Almir Chediak é assassinado em e!r"#olis (RJ) Aos 81 anos, o violonista &ue se tornou sin9nimo dos melhores son6-oo:s da ";* foi se&uestrado e -aleado "arco Antonio *ar-osa 1 aos 81 anos de idade > na noite deste domin6o (dia 18), na cidade de ;etr4polis, interior do io de 0aneiro. As investi6aç?es preliminares so-re o crime indicam &ue Chedia: e sua namorada, Sami da Costa Alves, foram atacados por uma dupla de assaltantes armados na casa do violonista, na %strada das ;ero-as. Depois de amarrar o casal, os -andidos levaram Chedia: e Sami [email protected] a %strada do ocio no carro do violonista. Che6ando l#, Chedia: foi o-ri6ado a descer do veculo v#rias ve'es -aleado, inclusive na ca-eça. Sami da Costa Alves foi então li-erada pelos criminosos, &ue fu6iram no carro do mBsico o autom4vel foi encontrado al6umas horas depois pela polcia, incendiado. Sami da Costa prestou depoimento  polcia na dele6acia de Etaipava, mas não se pronunciou  imprensa. Se6undo ela, os -andidos sur6iram na casa de Chedia: (no distrito de Araras) por volta das 11h32, em uma moto. A moça contou  polcia &ue ouviu, do carro, os tiros &ue mataram seu namorado lo6o em se6uida, os -andidos a soltaram na %strada do ocio, na

descida da serra em direção  capital. Sami pediu auda em uma casa pr4ima e contactou a polcia, &ue na manhã de hoe encontrou o corpo de Chedia: pr4imo ao acostamento da estrada. A polcia investi6a a possi-ilidade de uma vin6ança encomendada contra Chedia:. Cifrando a mBsica popular -rasileira Almir Chedia:, nascido em /r7s Coraç?es ("!) em G82, nota-ili'ou>se primeiro como um dos mais re&uisitados professores de violão do *rasil > tendo lecionado para aprendi'es ilustres como Carlos ra, /im "aia, !al Costa, %l-a amalho, "arina, Nara eão e "oraes "oreira. "as foi com sua [email protected] de son6-oo:s, um tra-alho Bnico de pes&uisa e reconstuição musical de 6randes nomes da ";*, &ue o violonista asse6urou seu nome na hist4ria de nossa mBsica popular. Desde muito ovem Chedia: interessou>se por mBsica, mais especificamente pelo violão. /eve na infIncia formação cl#ssica, interpretando peças de +illa>o-os e *ach ao entrar em contato com o [email protected] violonista Dino J Cordas, começou a pes&uisar, de forma autodidata e sem fre&uentar escolas formais, o universo da mBsica popular -rasileira. Depois de &ue-rar a ca-eça tentando decifrar as harmonias do violão de 0oão !il-erto (de &uem mais tarde tornou>se ami6o), tornouse o-cecado por sistemati'ar as sutile'as dos acordes, dissonIncias e harmonias da ";*. KL estudo @ importante. A6ora, depois de aprender, deie tudo isso e faça a&uilo &ue seu coração mandar, deie &ue as coisas fluam por outros canais, não s4 o da [email protected], disse o mBsico certa ve'. Depois de escrever seu primeiro [email protected] de violão (não editado) aos GM anos, Chedia: foi acumulando prest6io como professor. %m GM, lança pela editora Ermãos +itale o Dicion#rio de Acordes Cifrados, marco na padroni'ação de acordes na teoria musical -rasileira. Se6uiram>se os dois volumes de Harmonia e Emprovisação, estes # lançados pela umiar Discos $ %ditora > a produtora &ue Chedia: montou para suas o-ras. %m GM ele lança seu primeiro son6-oo:, dedicado a Caetano +eloso. 0# neste lançamento pioneiro, estava a marca da meticulosidade de Chedia: no lu6ar de cifras maltiradas, letras erradas e harmonias e&uivocadas, &ue infestavam as ediç?es similares [email protected] então, via> se um criterioso tra-alho de recriação das canç?es, feito em conunto com o pr4prio Caetano. A -oa acolhida &ue o volume dedicado a Caetano estimulou Chedia: a continuar mapeando a ";*. Se6uiram>se son6-oo:s de /om 0o-im, !il-erto !il, Caetano +eloso, Chico *uar&ue, *ra6uinha, Davan, Noel osa, Ca'u'a e v#rios outros (consulte a lista completa no site da editora, http==OOO.lumiar.com.-r). A umiar [email protected] lançava CDs acompanhando os livros > sempre com 6randes nomes interpretando as canç?es cifradas nos son6-oo:s. L pr4imo homena6eado da [email protected] ser# 0oão *osco, num pacote de CDs e son6-oo: a ser lançado ainda

este ano. [email protected] de suas atividades te4ricas e did#ticas, Chedia: [email protected] era compositor, autor de trilhas sonoras para o cinema e produtor (tendo tra-alhado recentemente com osa ;assos e 0oão Donato). Nos Bltimos meses, dedicava>se a escrever uma -io6rafia de /im "aia, de &uem foi ami6o pessoal. Almir Chedia: G.rar (8.G "*) https==me6a.co.n'=PQ+l'SRTQ"8cL8pav3"r6/+UrrchTot*%2ln';>F0E Almir Chedia: 1.rar (. "*) https==me6a.co.n'=PQ/ECFVJEQ03nh8hnVpJaJ'Ati&8Ric6fFoDCRshSJH6

$olumes %an&ados Almir Chediak - his!oria Almir Chediak 1 Almir Chediak 2 'onook - Almir Chediak - Arranjo 1 'onook - Almir Chediak - Arranjo 2 'onook - Almir Chediak - Ar* +arroso - $ol1 'onook - Almir Chediak - Ar* +arroso - $ol2 'onook - Almir Chediak - As 101 elhores Can&.es do 'é/ulo  - $ol 1 'onook - Almir Chediak - As 101 elhores Can&.es do 'é/ulo  - $ol 2 'onook - Almir Chediak - +ossa oa 1 'onook - Almir Chediak - +ossa oa 2 'onook - Almir Chediak - +ossa oa 3 'onook - Almir Chediak - +ossa noa  'onook - Almir Chediak - +ossa oa 5 'onook - Almir Chediak - Cae!ano $eloso $ol 44 'onook - Almir Chediak - Chi/o +uarue - $ol1 'onook - Almir Chediak - Chi/o +uarue - $ol2 'onook - Almir Chediak - Chi/o +uarue - $ol 'onook - Almir Chediak - i/ionario de A/ordes /i7rados 'onook - Almir Chediak - jaan - $ol 44 'onook - Almir Chediak - 8du %oo 'onook - Almir Chediak - il 'onook - Almir Chediak - :armonia e 4m#roisa&;o - $ol 4 'onook - Almir Chediak - :armonia e 4m#roisa&;o - $ol 44 'onook - Almir Chediak - 4an %ins - $ol1 'onook - Almir Chediak - 4an %ins - $ol2 'onook - Almir Chediak - Jo;o +os/o - $ol1 'onook - Almir Chediak - Jo;o +os/o - $ol2 'onook - Almir Chediak - oel Rosa - $ol1 'onook - Almir Chediak - oel Rosa - $ol2 'onook - Almir Chediak - oel Rosa - $ol3 'onook - Almir Chediak -
View more...

Comments

Copyright © 2017 KUPDF Inc.
SUPPORT KUPDF